terça-feira , 20 outubro 2020

Celulares baratos chineses com malware pré-carregado estão roubando seu dinheiro e dados

Enquanto os países estão focados em marcas como a Huawei para espionagem em potencial , telefones chineses baratos de outras marcas com malware pré-carregado representam um risco de segurança muito maior.

Os pesquisadores de segurança descobriram que os telefones chineses de baixo custo, muitos dos quais pertencem a uma marca chamada Tecno, estão sendo enviados com malware que rouba dinheiro. Um relatório do BuzzFeed News e Secure-D revela que várias marcas de celulares chinesas estão roubando os pobres, especialmente nos países em desenvolvimento onde as pessoas não podem gastar muito dinheiro com smartphones.

Tecno é uma marca pertencente ao fabricante chinês de celulares Transsion. Vários telefones Tecno W2, enviados para países em todo o mundo, vêm infectados com malware que se destina a roubar dinheiro e dados dos usuários.

Malwares como Triada e xHelper, comumente encontrados em tais telefones, baixam aplicativos silenciosamente e se inscrevem automaticamente em serviços pagos. Isso geralmente leva a contas inesperadas e despesas com dados para aqueles que já residem em alguns dos locais mais desprivilegiados do mundo.

Malware para roubo de dinheiro em telefones chineses

O conceito de malware pré-instalado em smartphones não é exatamente novo. No passado, marcas como a TCL também enfrentaram problemas semelhantes.

Mas o fato de esses telefones virem com malwares notórios como Triada e xHelper é preocupante. Eles costumam lançar pop-ups na tela e causar instalações indesejadas de aplicativos. O que é pior é que eles não podem ser removidos apenas com uma redefinição de fábrica.

Esses telefones são amplamente comercializados em países africanos, como Egito, Gana e África do Sul. Muitos desses dispositivos também alcançaram a Indonésia e Mianmar. De acordo com o Secure-D, entre março e dezembro de 2019, ele teve que bloquear 844.000 transações de malware.

Resposta dos fabricantes chineses

Transsion, a empresa chinesa dona da marca Tecno, citou um “fornecedor no processo da cadeia de suprimentos” não identificado como a razão por trás do malware pré-carregado. Ele afirma que até entregou correções de segurança para Triada em março de 2018 e xHelper no final de 2019.

Mas o problema ainda persiste. Secure-D disse que estava bloqueando Triada e xHelper em telefones Transsion mesmo em abril de 2020, e pode simplesmente estar inativo agora.

The Aftermath

Embora não haja evidências para provar que a Transsion é responsável por isso, certamente não ajuda a reputação já em deterioração das marcas chinesas. Neste momento, vários clientes estão ansiosos com suas opções de compra e isso gera dúvidas nas mentes de vários compradores em potencial.

Marcas como a Tecno prosperam porque é uma das poucas marcas que oferecem dispositivos para compradores de baixa renda a preços acessíveis. Se esses compradores evitassem empresas como a Tecno, eles poderiam não ter muitas opções no final.

Celular ecológico da Motorola custa R$ 199

O celular aí ao lado não é a coisa mais linda do mundo, não é touch screen, não suporta redes 3G, nem tem um browser decente para navegar pela internet. Ah, também não é fera nos recursos online ou para download de fotonem câmera ele tem. Então que raios ele está fazendo neste blog, e …

Celular descartável por 10 dólares

O HOP1800, da Hop-on, é um celular descartável, que você não tem dó de perder, pois custa apenas 10 dólares nos Estados Unidos. A fabricante chama o aparelho de “anti-iPhone“, contrapondo a simplicidade do celular descartável à sofisticação do smartphone da Apple. O aparelho é pré-pago e usa a tecnologia GSM. É dual-band, disponível em …

iPhone no Brasil Ainda sem Data Marcada

O site brasileiro da Apple já entrou na contagem regressiva para a chegada do iPhone 3G ao Brasil, mas sem data marcada. O aparelho aparece escancarado logo na home do site com o texto: iPhone 3G, o iPhone que você estava esperando – em breve. Só que ao clicar para ver mais informações, quem se …

Sobre Redação UpLinkBr

Suporte do website UpLinkBr, envie seu email ou dívida para suporte@uplinkbr.com